• Pessoal Gold
quarta-feira, 01 de outubro de 2014

Habitação

Prefeitura já cadastrou mais de 1,6 mil famílias para Minha Casa, Minha Vida

Por Ass. de Imprensa/PMG • Publicado em 15/04/2009 10:44:28


Em dois dias, a Prefeitura de Guarulhos já cadastrou mais de 1,6 mil famílias para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, lançado em março pelo Governo Federal...

 

Em dois dias, a Prefeitura de Guarulhos já cadastrou mais de 1,6 mil famílias para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, lançado em março pelo Governo Federal com o objetivo de financiar a construção de 1 milhão de casas para famílias com renda de até dez salários mínimos. O investimento total estimado para o programa é da ordem de R$ 60 bilhões, sendo R$ 34 bilhões em subsídios.

Segundo o secretário de Habitação, Orlando Fantazzini, desde segunda-feira (13) o comparecimento na secretaria para o cadastramento tem sido muito grande, com pessoas madrugando em frente ao local para garantir o atendimento. Por esse motivo, Fantazzini informou que a partir de quinta-feira (16) o preenchimento da ficha de inscrição poderá ser feito via internet, através do site da Prefeitura (www.guarulhos.sp.gov.br), no link do programa Minha Casa, Minha Vida.

Ele também disse que as pessoas que não tiverem acesso à internet, poderão comparecer as regionais da Prefeitura em Cumbica (avenida Mazagão, 194), Pimentas (estrada do Caminho Velho, 333), São João (avenida. Coqueiral, 100), Vila Galvão (praça Cícero Miranda, s/nº) e no escritório regional da Proguaru no Taboão (rua Pedro de Toledo, 502). “As pessoas precisam entender que a seleção não será feita por ordem de inscrição, por isso não precisam amanhecer em filas ou serem iludidas por gente inescrupulosa comercializando senhas falsas na fila”, afirmou.

Segundo Fantazzini, o prefeito Sebastião Almeida determinou nesta terça-feira as secretarias de Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente, Transportes e Trânsito, Obras e Serviços Públicos, Jurídico e Habitação, além do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) deverão agilizar a implentação do programa na cidade, seja na análise de projetos, levantamento de áreas para as moradias ou na redução de taxas das empresas cadastradas. “O prefeito já determinou que o Minha Casa, Minha Vida será uma das prioridades do seu governo”, declarou. 

Déficit habitacional - O valor do imóvel variará de acordo com o porte do município. Para as famílias de 3 a 10 salários mínimos, os limites máximos de valores de imóveis variam de R$ 80 mil a R$ 130 mil. Já para os que ganham de 0 a 3 salários mínimos, os valores serão definidos pelo Ministério das Cidades.

Serão, ao todo, 400 mil moradias para a faixa salarial de 0 a 3 salários mínimos, 400 mil de 3 a 6 salários mínimos e 200 mil unidades para a última faixa (de 6 a 10). A previsão do Governo Federal é reduzir o déficit habitacional em 14%, que hoje está em 7,2 milhões de unidades.

 
Curta o Guarulhos Empresarial no Facebook
Acompanhe o GE
Newsletter

Cadastre seu email para receber o Newsletter Guarulhos Empresarial e outros informes.

Conheça também nossos canais sociais.

© 2014 ACE Guarulhos.
ACE-Guarulhos e Agência lemonblue