• Hotel Monaco
quarta-feira, 23 de julho de 2014

Guarulhos

Para especialista, trânsito de Guarulhos não tem solução em curto prazo

Por GuarulhosWeb • Publicado em 13/05/2008 15:12:00


O motorista que tentou circular pelas ruas centrais de Guarulhos no último sábado, 10, véspera do Dia das Mães, sofreu com um problema que aflige as principais cidades...

 

O motorista que tentou circular pelas ruas centrais de Guarulhos no último sábado, 10, véspera do Dia das Mães, sofreu com um problema que aflige as principais cidades brasileiras: congestionamentos por todos os lados. Para atravessar a avenida Tiradentes, quem estava na Paulo Faccini, no sentido bairro-Centro, demorava no mínimo 20 minutos. O estrangulamento nas duas principais avenidas centrais da cidade se refletiu por toda a região.

"Guarulhos jamais teve uma política de trânsito adequada e a (avenida) Paulo Faccini tem sido uma das mais prejudicadas, o que deve piorar ainda mais com a inauguração do novo viaduto (Cidade de Guarulhos), transformando essa via no principal meio de acesso e saída da cidade", diz o engenheiro civil especializado em trânsito José Maria Farani Serrao, que não visualiza alguma solução para o problema em Guarulhos em curto prazo.

O viaduto Cidade de Guarulhos, cuja inauguração está prevista para o final deste ano, vai ligar a rodovia Presidente Dutra à avenida Paulo Faccini, antes do cruzamento com a Monteiro Lobato. A Prefeitura aponta que o novo acesso não será prejudicial porque iria dividir o tráfego que chega à cidade com a atual única opção, na avenida Anielo Pratici.

O engenheiro entende que a solução para Guarulhos passa por um transporte coletivo mais adequado. "Seria algo que não resolveria o problema, apenas o amenizaria", diz Serrao. Segundo ele, outra medida que poderia ser adotada em Guarulhos seria a proibição do funcionamento de estacionamentos particulares na região central. "Seriam permitidos apenas a certa distância das vias principais. Porém, para tal medida ser colocada em prática, também é necessário haver um eficiente sistema de ônibus, algo que a cidade não conta hoje em dia", completa.

Para o engenheiro, não adianta pedir para o motorista deixar seu veículo na garagem se ele irá encontrar ônibus lotados, em pouca quantidade e que não cobrem adequadamente todas as vias da cidade. Serrao acredita que o Centro de Guarulhos, nas regiões próximas à rua Sete de Setembro, deveria ser um grande calçadão, proibido para veículos.

Alternativa viária à Paulo Faccini fica engavetada -
Dois anos atrás a Secretaria de Transportes e Trânsito admitiu que tinha um projeto para facilitar o acesso pela avenida Avelino Alves Machado, no Jardim Pinhal, para a região do Macedo, via Vila São Jorge. Pelo projeto, o último quarteirão da Avelino teria sentido único no sentido da avenida Tiradentes. No sentido inverso, os motoristas seguiriam pela rua Antônio Camargo, passariam pela Tiradentes, e Humberto Porto, até chegar à Avelino.

A obra, bastante simples, ajudaria a criar uma importante alternativa à avenida Paulo Faccini. Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, a Secretaria de Transportes espera uma definição da Pasta de Obras e Serviços Públicos com relação à pavimentação da Tiradentes para iniciar o projeto. Há a possibilidade desse reparo ser iniciado até o meio do ano. Só depois é que o projeto poderá ser continuado. Atualmente o corredor da avenida Avelino Alves Machado deixa de ser uma alternativa viável à Paulo Faccini, já que ela chega à Tiradentes como uma via de mão dupla, em um semáforo de três fases, o que demora um tempo demasiado para quem segue em qualquer um dos sentidos.

 
Curta o Guarulhos Empresarial no Facebook
Acompanhe o GE
Newsletter

Cadastre seu email para receber o Newsletter Guarulhos Empresarial e outros informes.

Conheça também nossos canais sociais.

© 2014 ACE Guarulhos.
ACE-Guarulhos e Agência lemonblue